ESTE BLOG RELATA UMA SÉRIE DE REFLEXÕES FEITAS ATRAVÉS DE UM ESTUDO SISTEMATIZADO DURANTE MEU TREINAMENTO COM MEU MENTOR.

DESEJO A TODOS QUE VISITAREM E/OU COLABORAREM COM ESSE BLOG,UMA SAUDAÇÃO DE BOAS VINDAS E O MEU MUITO OBRIGADO PELA SUA VISITA.

AGRADECE

ROXIE TIGRESA.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Só sendo cativa, a mulher é realmente livre.

 

Frase interessante, no primeiro momento que a li achei estranho como uma mulher cativa poderia ser livre? Esse pensamento me deixou com a cabeça quente e tentei entender o que ele queria dizer. Relaxei, busquei leituras e finalmente compreendi o que esse pensamento nos fala.
O verbo cativar aqui, não estar presa, mais ser adorada, amada idolatrada por seu parceiro seja na relação D/s, como na relação baunilha. Por mais estranho que possa parecer à mulher quanto mais idolatrada pelo parceiro, mais ela busca iniciativas de libertação, não da relação em si, mas do ser-mulher. Livre das amarras que a prendem, mudanças que ela mesma desconhecia começam acontecer, a partir dê ela busca várias formas de agradar o parceiro trazendo de lá do seu intimo, sensações de prazer que até então estavam adormecidas, devido às intempéries que dominam seu dia. Abertas as algemas que a prendiam a mulher ora escondida dentro dela, se liberta e completa essa que até agora não se sentia livre e mulher de fato. Mas, isso só acontecerá se o parceiro realmente goste da mulher que existe dentro dela, pois terá uma missão: cativa-la dia a dia com paciência libertando o ser- mulher dentro de sua parceira. Daí o sentido da frase: ”Só sendo cativa, a mulher é realmente livre”.


Já passei por muitas coisas e só um homem conseguiu me cativar até agora, não sou a dona da verdade, não sou a submissa perfeita, mas sou uma mulher que como qualquer outra, que necessita de atenção e carinho. Muitos dos dominadores, mal tem paciência em uma conversa e pensam em me transformar a todo custo. Muitos nem percebem que por trás da submissa existe uma mulher, então me pergunto: Será que a essência do ser- mulher irá suportar? Ou irá reagir de forma a que com sucessivos acontecimentos, romperá essa relação. Eu costumo cantar uma música antiga chamada Joia, onde o trecho da canção diz:

Como joia rara 

Que precisa ser lapidada 

Como a chama que precisa
 
De combustível 

E o palhaço de nascer sensível
 
Como histórias que precisam 

De uma fada 

Sou uma mulher 

Preciso ser amada 

Como uma criança 

Que precisa ser mimada 

Como a fama que precisa 

De um artista
 
E o herói de uma grande conquista 

Como joia que precisa ser notada 

Sou uma mulher 

Preciso ser amada


Cresci entendendo, que toda mulher em sua essência é uma joia rara, um diamante bruto a ser lapidado. Só assim a essência do ser-mulher será livre. Quem souber me cativar, terá uma submissa e tanto, como disse Lord Claudius certa vez, você sempre será doce, doce. sub.

: “Só sendo cativa, a mulher é realmente livre”.

4 comentários:

  1. Salam(Paz),eu adorei as suas Reflexões, são verdadeira e é a pura realidade no contexto do dia dia de hj.

    ResponderExcluir
  2. Eu quero registrar aqui que você se superou deixando claro o verdadeiro sentimento,parabens.....

    ResponderExcluir
  3. Uma mulher só será bem cativada por um homem quando ela própria se cativa, uma mulher autocativada sabe o que quer e quem quer, e se esse alguém souber cativa-la, aí sim, a redenção total de um ser magnífico em toda sua amplitude. E voce, minha linda, está no caminho certo. Bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi roxie..
    Um belo texto.. q mostra a mulher, q desperta a sub.. q implora o "ser cativa".. para no final, simplesmente ser livre.. simplesmente ser.. :)

    A musica, como ja lhe disse, caiu como uma luva.. :P

    Parabéns pelo texto..

    bjs

    ResponderExcluir