ESTE BLOG RELATA UMA SÉRIE DE REFLEXÕES FEITAS ATRAVÉS DE UM ESTUDO SISTEMATIZADO DURANTE MEU TREINAMENTO COM MEU MENTOR.

DESEJO A TODOS QUE VISITAREM E/OU COLABORAREM COM ESSE BLOG,UMA SAUDAÇÃO DE BOAS VINDAS E O MEU MUITO OBRIGADO PELA SUA VISITA.

AGRADECE

ROXIE TIGRESA.

sábado, 10 de novembro de 2012

COMO ESTÁ O BDSM HOJE?




Realmente, há uma chuva imensa de "paraquedistas bdsm" em nosso meio (bdsm em letras minúsculas de forma proposital!). A associação da palavra BDSM à palavra sexo vai plenamente contra os pilares básicos deste meio, simplesmente porque sessões e cenas não necessitam possuir relações carnais. O sexo numa sessão é "opção"... e jamais obrigação nela. Quem realmente é submissa, se satisfaz completamente numa cena de wax play, por exemplo... sem a necessidade de atos sexuais. Claro que há toda uma atmosfera, um clima que deve ser criado, antes e durante a cena, pelo seu Top. Algo que me deixa muito indignado é que, raramente, vejo uma imagem postada de shibari, bondage com suspensão ou posições goreanas nestes grupos. Apenas imagens que levam para o sexo selvagem. Os rituais, a devoção e todas as cenas mais belas de uma sessão não envolvem sexo... Esta é minha humilde opinião. Acho que aqueles que adentram o meio devem pensar nisto, porque BDSM, para mim, é vivido nas sessões... sim... porém, muito mais na vida cotidiana... Apenas citando um fato: Minha ex-sub, quando sentava-se à mesa, comigo, esperava eu dar permissão para ela iniciar sua refeição... Olhava para mim e aguardava eu passar minha mão em sua testa, suavemente, para então, comer... Este meu termo "suavemente", talvez, agrida alguns dominadores... (minúsculas de propósito!)... pois alguns entram em bate-papos já chingando as subs e dando ordens... Acreditam que "quanto mais grosso... mais BDSM será...", quando na verdade... deveria ser "quanto mais idiota... melhor"! Ser praticante... viver o BDSM... é algo que se faz presente 24 horas por dia... Uma relação D/s não é sexo selvagem, nem apenas sessões e muito menos grosseria. Dominar é antes de tudo... fazer o bottom DESEJAR... QUERER... SENTIR IMENSA VONTADE... de cumprir o que o Top deseja... e JAMAIS usar de grosseria ou chantagens emocionais para este fim. A psicologia é "mãe" de tudo nas relações D/s. Outra coisa, que muita me choca, são praticantes BDSM de "horário comercial". Aqueles que não conseguem lapidar suas esposas(os), namoradas(os)... e que buscam amantes em nosso meio. Ninguém é BDSM pela metade! Ou é... ou não é! Um abraço a todos.

TEXTO POSTADO PELO MEU AMIGO MESTRE RICARDO RIO NO MEU FACEBOOK.

Nenhum comentário:

Postar um comentário